Receitas do chef – Rabada ao Vinho Tinto

Que tal saber um pouco sobre os pratos incríveis que servimos no menu do nosso Restaurante Pau D’Alho? Pedimos para o nosso chef internacional Diogo Venâncio separar várias receitinhas deliciosas, para você ficar com vontade de se hospedar por aqui e experimentar tudo pessoalmente!

A escolhida da vez é uma Rabada ao Vinho Tinto. Existem referências de que a rabada surgiu na culinária européia, como uma sopa de rabo de boi em Portugal e apreciada na França. Além disso, em Minas Gerais eram feitas muitas receitas com essa especiaria, por conta do uso de panelas de ferro e pedra, que são apropriadas para cozinhar essas carnes. Mas sabe-se que essa receita é um prato dos sertões do Brasil, onde aproveitavam todas as partes do boi, do porco, do frango, etc. O prato chegou às grandes cidades quando os fazendeiros construíram casas na Corte ou nas capitais. Mais tarde se popularizou e nas décadas de 20 e 30 do século passado se proliferando em bares e botecos.

Foto: Pinterest

Bora lá saber como prepara?

Ingredientes:

2 kg de rabo bovino

2 dentes de alho picado

½ cebola picada

2 xic de chá de vinho tinto seco

½ xic de chá de alho poro picado

½ xic de chá salsão picado

1 xic de água

2 colheres de sopa de óleo

1 ramo pequeno de alecrim

Cheiro verde picado a gosto

Sal a gosto

Modo de preparo:

Em uma panela, ferva o rabo já cortado em pequenos pedaços, escorra e reserve.

Refogue, no óleo, cebola e o alho, depois adicione a carne e dê uma leve dourada. Coloque a água e cozinhe até ficar macia. Na sequência, acrescente o alho poró, salsão, vinho tinto, alecrim, cheiro verde e cozinhe mais 10 minutos, até encorpar o caldo. Acerte o sal, se achar necessário.

Obs.: Se preferir, faça na panela de pressão, para acelerar o processo

Confira algumas sugestões de acompanhamento: agrião, polenta cremosa, mandioca cozida, arroz branco, farofa de banana.

Bom apetite!!!

Foto: Pinterest

 

 


A natureza ao redor do Guararema Parque Hotel!

Ao acordar, durante o almoço no Restaurante Pau D’Alho, na hora de brincar na piscina… a vegetação ao redor do Guararema Parque Hotel está sempre presente. Na cidade de Guararema, a Mata Atlântica se faz presente em boa parte do território e, claro, o nosso hotel tem uma localização privilegiada e com vista para paisagens inesquecíveis. Em nossas trilhas, ao todo são oito: Trilha Jerová, Trilha Araucária, Trilha do Tobogã, Trilha Encantada, Tilha Jacarandá, Trilha das Coníferas, Trilha Umbaúba e Trilha da Mata.
Além das plantas, os animais silvestres estão sempre presentes nos caminhos das trilhas, como algumas preguiças, tucanos-toco e gaviões-caboclo. Para quem quiser se aventurar ainda mais, a cidade oferece vários parques, como o Parque Municipal Recanto do Américo, o Parque Municipal Ilha Grande e o Parque Municipal da Pedra Montada, que abriga uma das atrações turísticas mais conhecidas, uma sui generis escultura natural. Trata-se de uma sobreposição de pedras, cada uma medindo cerca de nove metros de comprimento por 2,5 metros de altura. O Rio Paraíba do Sul também se faz presente nas imagens ao redor do hotel, como no deck em frente à piscina externa e da piscina coberta.
Ecoturismo para os aventureiros
As águas não poluídas do Rio Paraíba do Sul são um dos pontos altos das atrações turísticas do município. Nele, se pode fazer diversas atividades aquáticas, como caiaque, jet-ski, nadar e pescar vários peixes, entre eles piabas, piabanhas, piaus, curimbatás e outros. Para quem gosta de cachoeiras, a cidade possui quatro opções: A do Putim, do Barão, Valparaíba e Zecão. A cachoeira do Putim, uma das mais bonitas, está localizada cerca de 8 quilômetros da cidade, na divisa dos Municípios de Guararema e Santa Branca, em uma fazenda de plantação de eucaliptos da Cia. Suzano de Papel e Celulose. Para chegar às águas da cachoeira não é nada fácil, porém isto não é um obstáculo para as diversas pessoas que a procuram. São 15 metros de água e com suas pedras formam escorregadores naturais.